Carteiras Mapas & Flores

R$60,00R$80,00

Carteiras de tecido nos tamanhos M e G, com bordados coloridos de flores ou mapas.

Dimensões:

M – 16 x 11 cm

G – 22 x 18 cm

Limpar
REF: N/A Categoria Tag:

Quem faz o produto

Anaysa Guimarães Araújo, 33 anos

Estou presa pela terceira vez, por tráfico de drogas. Tenho 11 anos de sentença, cumpri cinco, saí em semiaberto, fugi e fui recapturada um tempo depois. Meu novo semiaberto está previsto para fevereiro de 2019. Fui adotava nos primeiros dias de vida e tive uma infância com muito amor e respeito. Meus pais de criação foram maravilhosos! Aos 13 anos, conheci o Rodrigo, me apaixonei, mas tinha um problema, ele era do crime. Tinha acabado de sair da Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor (FEBEM). Meu pai e meus irmãos não aceitaram, eu comecei a cabular aula pra ficar com ele e quando menos esperava, engravidei. Fui morar com ele e a mãe dele, e com o tempo ele começou a usar drogas, a me bater e me obrigar a roubar. Até que ele foi preso, e voltei a morar com meus pais. Mas fui para o tráfico, gerenciei duas biqueiras, e era só ostentação. Então fui presa por um ano e oito meses, e quando saí meu pai faleceu. Fiquei arrasada, morando com minha mãe, que trabalhava o dia inteiro, enquanto eu cuidava do meu filho. Quando ela voltava do trampo, eu ia para a biqueira e só voltava às seis da manhã. Até que fui presa novamente e, ao sair pro semiaberto, encontrei minha mãe falecendo. Entrei em depressão profunda, fugi e voltei a traficar, a roubar, e vim presa logo depois de engravidar pela segunda vez. A cooperativa me deu uma oportunidade de voltar a trabalhar, aprender um dom que eu não exercia e hoje sei que posso levar minha profissão daqui para fora.

TOPO